Criança


Criança é felicidade, alegria, fantasia e força de vontade,
Acredita em contos de fada, e o adulto diz que não é nada.
Mas criança não se desaponta, só brinca e apronta.
Criança é ser feliz, mas não precisa pintar o nariz.
Ela tem brilho nos olhos, sorriso no rosto,
Mas muitas vezes tem medo de monstro.

Tem medo de lobisomem, mas vai ser um homem,
Ela é inteligente, esperta e tem boa mente.
É pequena, grande ou ingênua.
Gosta de ler, escrever e de ver TV.

E o fim, é assim,
Criança com esperança,
Que um dia põe trança
Mas sempre persiste a esperança.

11/10/2005

PS: Escrevi essa poesia como atividade na escola, na véspera do Dia das Crianças, com 8 anos de idade.

5 comentários: